Bombas Pneumáticas

Bombas Pneumaticas Sandpiper

As bombas pneumáticas industriais foram desenvolvidas para aplicações de difícil bombeamento, por possuírem duplo diafragma e utilizarem ar comprimido como fonte de energia, a fim de garantir a melhor vazão sob o menor custo.

São classificadas como bombas de deslocamento semi-positivo alternativas, devido ao princípio de funcionamento de diafragmas, os quais se movimentam alternadamente, deslocando o fluido no sentido da descarga da bomba (deslocamento positivo); e sua força motriz é o ar comprimido (compressível).

Estes equipamentos agregam, em um único produto, diversas vantagens técnicas e operacionais dificilmente atingidas por outros tipos de bombas. Seu funcionamento pneumático traz simplicidade, tanto na instalação, quanto na operação, dispensando motores elétricos e inversores de frequência. Estas características tornam as bombas pneumáticas tão versáteis, que sua gama de aplicações é, praticamente, ilimitada, podendo ser utilizada desde o bombeamento de água de piscina até o bombeamento de óleo térmico.

A Instruval é distribuidora oficial das bombas pneumáticas Sandpiper no Brasil, consideradas entre as melhores do mundo. Oferecemos serviços de manutenção, treinamento e assistência técnica certificada pela Sandpiper, além de contar com uma equipe de engenheiros especializados e estrutura completa dedicada ao atendimento, manutenção e distribuição, com amplo estoque de bombas pneumáticas e peças sobressalentes.

Demonstração do Funcionamento da Bomba Pneumatica

As bombas pneumáticas de duplo diafragma (AODD) são movidas a ar comprimido, nitrogênio ou gás natural. A válvula de controle (de ar) direcional principal ① distribui o ar comprimido para a câmara de ar, exercendo pressão uniforme sobre a superfície interna do diafragma ②.

Ao mesmo tempo, o ar de escape ③, que sai por trás do diafragma oposto, é direcionado pelo conjunto da válvula de ar até a porta de escapamento ④. Quando a pressão interna da câmara (P1) excede a pressão do líquido da câmara (P2), os diafragmas conectados pela haste ⑤ se deslocam juntos, criando a descarga de um lado e a sucção do outro. As direções dos líquidos descarregados e escorvados são controladas pela orientação das válvulas de retenção (esfera ou flap) ⑥.

A bomba é escorvada em consequência do curso de sucção, o qual baixa a pressão da câmara (P3), aumentando seu volume. Isso resulta numa pressão diferencial necessária para que a pressão atmosférica (P4) empurre o líquido pela tubulação de sucção e pela válvula de retenção, do lado de sucção, até entrar na câmara de fluido externa ⑦.

O curso do lado de sucção também inicia a ação recíproca (deslocamento, curso ou ciclo) da bomba. O movimento do diafragma de sucção é mecanicamente feito durante o curso. A placa interna do diafragma toca o êmbolo do atuador, de forma que desloca a válvula de sinalização piloto. Uma vez ativada, a válvula piloto envia um sinal de pressão à extremidade oposta da válvula de ar direcional principal, redirecionando o ar comprimido à câmara interna oposta.

Aplicações

  • ADUBOS E FERTILIZANTES
  • ÁLCOOL E AÇÚCAR
  • ALIMENTOS
    • LEITE E DERIVADOS
    • CHOCOLATES
    • CARNE E DERIVADOS
    • SUCOS E EXTRATOS VEGETAIS
  • BORRACHAS
  • CERÂMICA
  • CERVEJARIAS
  • CORTUMES
  • COSMÉTICOS
  • DOMISSANITÁRIOS
  • ELETRICIDADE (CABOS)
  • EMBALAGENS PLÁSTICAS/PAPELÃO
  • EXPLOSIVOS
  • FARMACÊUTICAS
  • FIAÇÃO/TECELAGEM/ESTAMPARIA
  • GALVANOPLASTIA
  • GRÁFICAS
  • MADEIRA/COMPENSADO
  • MONTADORAS
  • MÓVEIS
  • PILHAS/BATERIAS
  • PLÁSTICOS
  • QUÍMICA/PETROQUÍMICA
  • TINTAS
  • TRATAMENTO DE EFLUENTES
  • VIDROS

Composição da bomba pneumática:

Bomba Pneumatica Standard Sandpiper
Itens de Composição da Bomba Pneumatica

Principais características das bombas pneumáticas:

  • Portáteis e compactas, facilitando o deslocamento;
  • Projetadas em alumínio, ferro fundido, aço inoxidável e materiais não metálicos, como PTFE, polipropileno, PVDF com elastômero TPE (elastômeros termoplásticos) e opções de PTFE em diafragmas e válvulas de retenção;
  • Alto índice de segurança com versão ATEX (à prova de explosão);
  • Bombeiam sólidos de até 3″;
  • Trabalham a seco sem serem danificadas;
  • Baixo índice de cisalhamento que não degrada produtos sensíveis;
  • Vazão regulável em função da pressão de descarga;
  • Alta capacidade de sucção;
  • Parafusadas e com baixa manutenção;
  • Auto escorvantes (máximo 7,3mca);
  • Não necessitam de válvula de alívio;
  • Isentas de vedações (sem gaxetas, selos mecânicos);
  • Fluxos & pressões variáveis; e
  • Aptas a operar com diversos tipos de fluidos.

Bombas Especiais Sandpiper

Bombas Pneumaticas Especiais Sandpiper

HDF (Heavy Duty Flap)Bomba com Flaps (Portinholas) para Serviços Pesados

Feita para realizar a transferência de fluidos com sólidos de até no máximo* 75mm e resolver problemas como: esgotamento de mina, bacias de contenção, e transferência de produtos químicos. Possui um design robusto, elaborado para serviços pesados, garantindo alto desempenho e rendimento superior, se comparada com bombas pneumáticas padrão. Seu diferencial são os flaps no lugar das esferas. Além disso, a sucção da bomba pneumática Sandpiper HDF fica na parte superior do equipamento, e a descarga na parte inferior, de forma que a gravidade atue a favor do escoamento/bombeamento dos produtos com sólidos grandes, a fim de evitar que eles permaneçam na bomba e causem seu travamento ou entupimento.

Funcionamento da Bomba Heavy Duty Flap da Sandpiper

Facilidade de manutenção: Visando aumentar a produtividade e reduzir o tempo de inatividade, as bombas pneumáticas Sandpiper Heavy Duty Flap (HDF) foram projetadas com acesso rápido às principais peças, facilitando a manutenção e reduzindo custos.

HDB (Heavy Duty Ball)Bomba com Esferas para Serviços Pesados

Funcionamento da Bomba Heavy Duty Ball da Sandpiper

Projetada para executar serviços pesados, foi construída com paredes das câmaras mais espessas, proporcionando maior segurança e resistência ao equipamento. Design altamente tecnológico, que possibilita um menor percurso do fluido dentro do equipamento e não permite sedimentação do produto bombeado nas câmaras, garantindo maior resistência aos danos. É ideal para fluidos com alta concentração de sólidos de granulometria pequena, fluidos viscosos ou fluidos que contenham ar incorporado.

Além disso, possuem válvulas de retenção de esfera montadas em um conjunto Além disso, possui válvulas de retenção de esfera, montadas em um conjunto posicionado estrategicamente abaixo, acima, ou ao lado dos diafragmas, posicionamento este que é determinado após análise de cada processo; esferas 60% mais pesadas que auxiliam durante a transferência de fluidos muito viscosos.

Bomba Heavy Duty Ball com montagem superior
Montagem Superior
Indicada para a transferência de produtos viscosos ou que
incorporam ar.
Bomba Heavy Duty Ball com montagem inferior
Montagem Inferior
Indicada para a transferência de produtos que contenham sólidos que decantam/sedimentam.
Bomba Heavy Duty Ball com montagem centralizada
Montagem Centralizada
Indicada para instalações em locais com pouco espaço.

CDB (Containment-Duty Ball)Bomba de Alta Contenção de Vazamentos

Feita para garantir a contenção de fluidos, projetada com alto nível de tecnologia. Possui um sistema de contenção construído com diafragmas de bombeamento hidraulicamente balanceados/acoplados e conjuntos de diafragmas de acionamento. Todas as câmaras de contenção dessa bomba pneumática são projetadas para acomodar dispositivos de detecção de vazamentos visuais, mecânicos, ou eletrônicos, evitando, assim, quaisquer possíveis prejuízos ou danos ocasionados pelos escapes.

Funcionamento da Bomba Containment-Duty Ball da Sandpiper

Para solicitar um orçamento ou saber mais Fale com um de nossos engenheiros ou preencha o formulário abaixo: